Só Templates

Créditos



Layout by



VOCÊ NÃO NASCEU PRA IR PRO LIXO (Padre Léo, SCJ)


O papel higiênico é o bicho mais orgulhoso que tem na face da terra… eu tenho feito uma pesquisa já há muitos anos sobre o papel higiênico…
Você entra no supermercado, onde está o papel higiênico? Numa ala exclusiva, só dele, VIP… enfileirado ali um por cima do outro, em pacotes de 2, de 4, de 8, de 16, tá aquela filona… Aí você pega o papel higiênico e põe no carrinho, vai lá pega a melância e põe em cima? Não... O papel higiênico você pega ou por último ou põe ele naquele reservadinho menor, no basculantezinho... quando no supermercado você vê uma dona empurrando o carrinho observe o papel higiênico se ele num vem com o bracinho de fora. Ele tem cara de orgulhoso é impressionante, olha nele pra depois num falar....
Ai ele fica com o bracinho de fora... na hora de passar na conta ele também é o mais orgulhoso... o molequinho lá já põe ele à parte, numa outra sacolinha, ai ele vai rindo... ele num se mistura igual as latas, ele não... se você fizer uma análise psicológica dele ali, nóoo.... quando vai por no automóvel vai tudo embaixo, ele não... ele vai por cima, charmoso.
Pega ele com cuidado leva no banheiro, lá ele tem um guarda-roupinha só dele... fica lá, fechadinho, bonitinho. Ele vem com a camisinha própria dele, cada um tem o seu. E dali ele vai pro trono, ele tem a casinha dele, com acrílico assim em cima… tem alguns que tem até uma portinha... ele é um bicho orgulhoso, papel higiênico é muito orgulhoso.
Você entra num banheiro e diz assim: nossa... tudo da mesma cor, tudo certinho. Ele vem picotado... essa é uma área da minha pesquisa que está difícil de achar, quem foi que picotou o papel higiênico naquele tamanhinho, ainda não consegui. Porque nem pra limpar o nariz aquele tamanhinho dá, é muito pequenininho... tinha que ser assim um pedaço maior né... tem alguns que está escrito assim: “perfumado dos dois lados”, eu num entendo pra que, também num conheço ninguém que fica cheirando papel higiênico.
Então ele está lá no troninho... você toma cuidado quando vai lavar o banheiro, tira ele pra num pingar né..... ele é.... Aí chegou a grande hora dele… depois que usou o coitado tem gente que num tem o trabalho nem de amassar ele, joga lá de qualquer jeito... assim com o carimbo aparecendo ainda. Você tem nojo do próprio que você usou.
Pois deixa de ser papel higiênico diante do encardido seu bobo. O mundo adora você igualzinho nós adoramos o papel higiênico, a hora que o encardido usar você, ele vai fazer igualzinho você fez com o papel higiênico, jogar no lixo, porque ele num sabe fazer outra coisa.
Você não nasceu para ir para o lixo…

6 comentários:

Luiz Brisa disse...

achei muito politicamnt correto
mas bom
^^

Bárbara Lua disse...

suahsuahsuahsuahsusa
É verdade, eu não consigo imaginar viver sem papel higiênico. Oo Nunca!!!!
hahahaha

Kimura disse...

rsrsrs
Também acho que não me adpitaria ao jornal.

Seu blog é bem legal.

tem novo post no meu blog de fic, espero q goste tmbm.
abços.

Kimura.
http://kimuratorredevidro.blogspot.com/

Luiza Shaddix disse...

vc gastou quantos anos da sua vida dedicados pra papel higienico? XD

tem uns baratos que deixam as maos dagente sujas esse sao horriveis :S

Thamyzinha Iwasaki disse...

rrsrs gostei do texto muito legal e diferente^_^
adorei o blog muito bonito rsrs

xau

Luiza Shaddix disse...

toda vez eu venho aki =O kkk

nao me canço do papel higienico,comentei no post anterior tambem (mais foi um coment idiota):*
http://www.diariodashaddix.blogspot.com/